Bruno Augusto Valverde Marcondes de Moura
Caminhada, poesia, ecologia e geografia. Uma trincheira de luta contra a crise civilizatória.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos

Poema 32
Oceano de solidão
Somente são navegados
Com barcos
Construídos
Com o ferro do amor
A onda do amor
Nos leva
Para onde
Você quiser
Amor
Embarcação de ferro
Governado
Pelo nosso sentimento
Sentimento
Quando desgovernado
Nos torna títere do outro
Bruno Valverde
Enviado por Bruno Valverde em 14/05/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários