Bruno Augusto Valverde Marcondes de Moura
Caminhada, poesia, ecologia e geografia. Uma trincheira de luta contra a crise civilizatória.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


Mares da Amazonia

O mar de sol
O mar de chuva
O mar de rios
Formou o mar de selva tropical
Com um mar de fauna
Com um mar de flora

Mares de sociodiversidade
Protegem mares de biodiversidade

Mares de rios
Onde mares de pescadores
Com seus mares de barcos e canoas
Pescam mares de peixes
O peixe e o pao do rio
Pao que os mares de pescadores
Nao comem
Sorte do peixe
Azar do pescador

Mares de peixes sao vendidos
Enquanto mares de pescadores
São predados pela miseria
São predados pela fome

Mares de chuva
A chuva e o rio que voa
O rio que mora no ceu
Rio que voa que alimenta
O rio que dorme na terra

Mar de sol
Fotossintetizado pelo mar de selva
Mar que ilumina
A vida e a nao vida da floresta

Como um mar de floresta
Com tanto mar de carne
Com tanto mar de frutas
Com tanto mar de cereais
Pode ter tanto mar de fome
Bruno Valverde
Enviado por Bruno Valverde em 16/04/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários