Bruno Augusto Valverde Marcondes de Moura
Caminhada, poesia, ecologia e geografia. Uma trincheira de luta contra a crise civilizatória.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos


Neruda vive

Neruda vive em nosso coração
Seu fogo de poesia acende a emoção
Sua água de poesia mata a sede da solidão
Sua poesia nos liberta de nossa prisão

Sua palavra é um mar de paixão
Seu sentimento voa como avião
Sua poesia é um som de violão
Seu sentimento é a flor da razão

Sua luz apagou nossa escuridão
Sua poesia é um mar de criação
Seu sentimento é um barco em navegação
Poeta que lutou contra a fúria do canhão

Seus livros são oceanos de palavras
Sua poesia são cardumes no oceano
Sua poesia irriga qualquer sertão
Sua poesia fecunda nosso chão

Cada palavra sua é um pão
Pão que nos liberta da opressão
Pão que nos faz vencer os obastáculos do chão
Pão que alimenta de liberdade uma nação
Bruno Valverde
Enviado por Bruno Valverde em 22/01/2018
Alterado em 10/12/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários