Bruno Augusto Valverde Marcondes de Moura
Caminhada, poesia, ecologia e geografia. Uma trincheira de luta contra a crise civilizatória.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos
Cartas (8) Cordel (9) Frases (2)
Homenagens (3) Pensamentos (2) Poesias (378)
Tautogramas (4)
Título Categoria Data Leituras
Metal del diablo Poesias > Social 27/12/17 3
Metal do diabo Poesias > Social 27/12/17 4
Cobre de Chuquicamata Poesias > Social 27/12/17 5
Mares do México Poesias > Natureza 22/12/17 16
Mares de Francia Poesias > Natureza 22/12/17 21
Mares da França Poesias > Natureza 22/12/17 20
Amar é navegar Poesias > Amor 22/12/17 7
Mares da Espanha Poesias > Natureza 21/12/17 13
Mares de Portugal Poesias > Natureza 21/12/17 23
Ladrões Poesias > Social 19/12/17 5
Não vou me culpar Poesias > Pensamentos 18/12/17 7
Ônibus lotado Poesias > Social 18/12/17 32
Açúcares Poesias > Pensamentos 13/12/17 6
Nomofobia Poesias > Social 13/12/17 34
Homenaje a un escritor y poeta peruano Homenagens 12/12/17 5
Homenagem a um escritor e poeta peruano Homenagens 12/12/17 7
Mares do Paraguai Poesias > Natureza 06/12/17 12
Mares do Equador Poesias > Natureza 06/12/17 11
Mares do Peru Poesias > Natureza 06/12/17 9
A família está podre Cartas 04/12/17 21
Página 6 de 21 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 » [«anterior] [próxima»]